Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente

Postagens

Monkeypox (MPX): orientações do Ministério da Saúde

9 ago 2022

Postagem publicada em 05/08/2022 | Atualizada em 09/08/2022

A monkeypox (MPX) é uma doença zoonótica viral, caracterizada por uma erupção cutânea pustular, semelhante à varíola. A doença apresenta formas leves, graves e até fatais.

Suas manifestações clínicas clássicas englobam febre, cefaleia, dores musculares e nas costas, adenomegalia, calafrios, exaustão e erupções cutâneas.

Os dados existentes sobre a monkeypox durante a gestação são limitados, incipientes e sujeitos a vieses de informação quanto à notificação e validação dos casos.

Existem questões críticas sobre como essa doença afeta as mulheres grávidas e seus bebês, sendo imprescindível conhecer como o curso clínico da infecção interfere no período gestacional, as implicações para profilaxia e o tratamento de gestantes infectadas ou expostas ao vírus. Também é importante verificar a transmissibilidade durante os períodos de pré-natal, parto, puerpério e aleitamento materno.

Ainda não há consenso na literatura quanto aos cuidados e às orientações referentes à infecção por monkeypox em gestantes, recém-nascidos e crianças em período de aleitamento materno.

As recomendações apontam que a via de parto e a manutenção ou não da amamentação devem ser discutidas caso a caso, a depender do contexto social e econômico. A vacinação contra monkeypox em gestantes e recém-nascidos ou em crianças de até dois anos de idade com a vacina de varíola dependerá dos possíveis riscos e benefícios dentro do contexto em que essa população-alvo se encontra, bem como das recomendações locais.

Abaixos, os documentos mais recentes do Ministério da Saúde sobre a temática.

Plano de Contingência Nacional para Monkeypox Download do documento
Este documento foi elaborado pelos profissionais que compõem o COE Monkeypox: representantes do Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). O Plano de Contingência é um documento que deve ser avaliado e revisado sempre que estiverem disponíveis novas evidências científicas, visando reunir informações necessárias para a tomada de decisão dos gestores do SUS.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Departamento de Saúde Materno Infantil. Coordenação-Geral de Saúde Perinatal e Aleitamento Materno. Plano de Contingência Nacional para Monkeypox. 09 ago. 2022.

Nota Técnica Nº 46/2022-CGPAM/DSMI/SAPS/MS – Nota Técnica de recomendações sobre Monkeypox no Ciclo Gravídico-puerperal.
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Departamento de Saúde Materno Infantil. Coordenação-Geral de Saúde Perinatal e Aleitamento Materno. Nota Técnica Nº 46/2022-CGPAM/DSMI/SAPS/MS. 2022. Download do documento

 

Sumário de resumos sobre cuidados e orientações para gestantes, puérperas, lactantes e crianças de até dois anos de idade no contexto de infecção por monkeypox.
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde. Serviço de produção de evidências para apoio à tomada de decisão. 29 jul. 2022. Download do documento

 

Tags: Monkeypox