Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente

Postagens

Rastreamento do câncer do colo do útero: cobertura, periodicidade e população-alvo

20 jul 2018

As ações para prevenção do câncer do colo do útero ocorrem por meio de ações de educação em saúde, vacinação de grupos indicados e detecção precoce do câncer e de suas lesões precursoras por meio de seu rastreamento.

  • O método de rastreamento do câncer do colo do útero e de suas lesões precursoras é o exame citopatológico.
  • População alvo:  mulheres de 25 a 64 anos.
  • Periodicidade:  a cada três anos, após dois exames anuais sem anormalidade.
  • Cobertura: todas as mulheres em idade de rastreamento devem realizar o exame segundo a periodicidade recomendada.

 

Conteúdo Relacionado

Referências citadas

  • Diretrizes brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero 2016
    Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Divisão de Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede. Diretrizes brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero / Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Divisão de Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede. – 2. ed. rev. atual. – Rio de Janeiro: INCA, 2016.
  • BRASIL. Ministério da Saúde. Sistema de informação sobre mortalidade (SIM). Brasília, DF: MS, [2018]. Disponível em: <http://www2.datasus.gov.br/DATASUS/index.php?area=0205&id=6937>. Acesso em: 8 jan. 2018.
  • Epidemiological data on cervical carcinoma relevant to cytopathology
    La Vecchia C, Decarli A, Gallus G. Epidemiological data on cervical carcinoma relevant to cytopathology. Appl Pathol. 1987;5(1):25-32. PubMed PMID: 3620205.
  • Screening interval and risk of invasive squamous cell cervical cancer
    Miller MG, Sung HY, Sawaya GF, Kearney KA, Kinney W, Hiatt RA. Screening interval and risk of invasive squamous cell cervical cancer. Obstet Gynecol. 2003 Jan;101(1):29-37. PubMed PMID: 12517642.
  • Risk of cervical cancer associated with extending the interval between cervical-cancer screenings
    Sawaya GF, McConnell KJ, Kulasingam SL, Lawson HW, Kerlikowske K, Melnikow J, Lee NC, Gildengorin G, Myers ER, Washington AE. Risk of cervical cancer associated with extending the interval between cervical-cancer screenings. N Engl J Med. 2003 Oct 16;349(16):1501-9. PubMed PMID: 14561792.
  • The impact of a two- versus three-yearly cervical screening interval recommendation on cervical cancer incidence and mortality: an analysis of trends in Australia, New Zealand, and England
    Simonella L, Canfell K. The impact of a two- versus three-yearly cervical screening interval recommendation on cervical cancer incidence and mortality: an analysis of trends in Australia, New Zealand, and England. Cancer Causes Control. 2013 Sep;24(9):1727-36. doi: 10.1007/s10552-013-0250-9. Epub 2013 Jul 6. Erratum in: Cancer Causes Control. 2013 Nov;24(11):2035. PubMed PMID: 23832659.
  • CASTAÑÓN, A. et al. Cervical screening at age 50-64 years and the risk of cervical cancer at age 65 years and older: population-based case control study. PLoS Medicine, v. 11, n. 1, 2014.
  • SASIENI, P.; CASTAÑON, A.; CUZICK, J. What is the right age for cervical cancer screening? Womens Health, v. 6, n. 1, p. 1-4, 2010.